“Não podemos admitir que continuem usando os palanques para cometer estelionato eleitoral”, afirma vereador Henrique Júnior

O vereador Henrique Júnior (Podemos) utilizou a tribuna da Câmara, durante sessão ordinária desta quarta-feira (8), para cobrar do Executivo o cumprimento de promessas de campanha. Ao se pronunciar, o parlamentar classificou como “estelionato eleitoral” o fato de se prometer e não se cumprir.

Dentre as ações relatadas pelo vereador, ele destacou a reabertura do Hospital da Doutora Fátima, que funcionava na Avenida Teresina e permanece fechado há mais de cinco anos. Sobre o fato, Henrique Júnior afirmou que o hospital não havia sido fechado, mas que deixou de funcionar no prédio particular alugado pelo município para funcionar em um local público, no Parque Alvorada.

A construção de uma nova rodoviária, o prolongamento da Avenida Piauí, a reforma da Ceasa, a construção de dois novos centros de juventude, a creche do bairro Jóia e outras obras que estão paralisadas também foram pontuados pelo vereador. “Não tenho problema nenhum em elogiar os acertos e os avanços da gestão, mas até então não  posso fazer, pois já se passaram mais de quatro anos e promessas feitas durante as campanhas ainda não foram cumpridas. Não podemos admitir que os políticos usem os palanques para continuar cometendo ‘estelionato eleitoral’”, finalizou Henrique Júnior.

Vereadora Professora Cláudia Regina solicita ao Executivo espaço para a construção da Casa do Violeiro

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal, a vereadora professora Cláudia Regina (PMB) destacou a Indicação nº 306/2017, de sua autoria, na qual solicita ao Executivo Municipal a Construção de espaço cultural para o funcionamento da Casa do Violeiro.

O objetivo da proposição, segundo a parlamentar, é preservar as tradições da Cultura Caipira, por meio dos costumes, músicas e danças. Na ocasião, a vereadora fez referência ao 7º Festival de Viola, realizado no último dia 4, na Praça São Benedito, em Timon.

Durante seu discurso na sessão desta quarta-feira (8), professora Cláudia também destacou as ações do Centro de Assistência Integrado de Saúde da Mulher (Caism) no atendimento às mulheres de Timon.