Polícia Federal aponta desvios de R$ 18 milhões no Governo Flávio Dino

FOTO- meramente ilustrativa

A Polícia Federal (PF) identificou atuação de uma organização criminosa e desvios de mais de R$ 18 milhões na estrutura da Secretaria de Estado da Saúde (SES) na gestão Flávio Dino (PCdoB).

A quadrilha, segundo apontaram os delegados, agia desde 2015 – quando iniciou a atual gestão -, com a montagem de empresas de fachada, criação de cargos fantasmas e pagamento de supersalários a “apadrinhados políticos”.

Ao todo, 17 mandados de prisão foram expedidos pela Justiça Federal e cumpridos pela PF no bojo da Operação batizada de “Pegadores”. Dentre os presos, está a ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado, uma das articuladoras dos crimes investigados pela PF. Um assessor técnico da SES também foi preso.

Além de a Polícia Federal, participaram das investigações, de forma conjunta, membros da Controladoria Regional da União e da Receita Federal.

De acordo com Cassandra Ferreira Alves Parazi, superintendente regional da Polícia Federal no Maranhão, as investigações, realizadas a mais de 1 ano, resultaram em mais de 45 mandados [sendo 17 de prisão temporária e 28 busca e apreensão].

“Trata-se de uma investigação de desvio de recursos públicos na área de Saúde, basicamente pela contratação de funcionários fantasmas com uma quantia muito grande de desvios”, disse.

O delegado da Polícia Federal Wedson Cajé Lopes, chefe da Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros da PF, afirmou que o inquérito que investigou desvios na atual gestão foi instaurado em junho de 2015.

“Identificamos que na nova gestão, no ano de 2015, uma série de ilícitos praticados por meio das OCIPs IOSs continuaram a ocorrer. Por essa razão em junho de 2015 foi instaurado um novo inquérito policial para investigar crimes que estavam ocorrendo na atual gestão. Parte desses crimes envolviam uma série de apadrinhados políticos. Eram listas confeccionadas na superintendência de acompanhamento na rede de serviços e determinava às organizações sociais que contratasse tais pessoas. E ainda tinha mais: as listas determinavam os salários que deveriam ser pagos a tais pessoas”, disse.

Enfermeira – O delegado revelou que a PF identificou as fraudes em março de 2015 – 3 meses após o governador Flávio Dino ter assumido mandato -, após a imprensa ter revelado que uma enfermeira lotada em Imperatriz, havia sido flagrada com um contracheque de R$ 13 mil. Trata-se de Keilane Silva.

“A enfermeira recebia um supersalário de R$ 13 mil, enquanto os demais enfermeiros recebiam R$ 3.328,00 mil, conforme prevê a legislação e isso chamou a atenção e esse contracheque foi parar na imprensa. Tão logo esse contracheque foi parar na imprensa, nós identificamos que na verdade havia muito mais pessoas com supersalários”, completou.

Outro lado

A enfermeira Keilane Silva, que segundo a Polícia Federal, recebia supersalário o que motivou a investigação à gestão Flávio Dino (PCdoB), se manifestou sobre o tema na ocasião em que foi divulgado na imprensa o seu contracheque. Por meio de nota, naquela oportunidade, ele rechaçou qualquer ilegalidade e disse que o valor apontado no contracheque era referente ao pagamento de vencimentos retroativos.

Governo contesta operação da PF

Por meio de nota o Governo do Maranhão se manifestou sobre a Operação Pegadores, que identificou desvio de recursos públicos na estrutura da Secretaria de Estado da Saúde.

Na nota o Executivo afirmou que os fatos têm “origem no modelo anterior de prestação de serviços de saúde, todo baseado na contratação de entidades privadas, com natureza jurídica de Organizações Sociais, vigente desde governos passados”.

O Governo que desde o início da atual gestão tem sido adotadas medidas corretivas em relação a esse modelo. E citou como exemplos, a instalação da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), ente público que atualmente gerencia unidades de saúde.

O Executivo Estadual também afirmou que desconhece “a existência de pessoas contratadas por Organizações Sociais que não trabalhavam em hospitais e somos totalmente contrários a essa prática, caso realmente existente”.

A sustentação do Governo, contudo, foi descontruída pela Polícia Federal. Na coletiva de imprensa, o delegado Wedson Cajé Lopes afirmou que os crimes apontados na investigação foram todos cometidos na atual gestão, desde 2015, primeiro ano de mandato de Flávio Dino (PCdoB).

A superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Cassandra Ferreira Alves Parazi, também afirmou que os crimes foram cometidos na atual gestão e confirmou que o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, possuía conhecimento das movimentações criminosas

Juiz de Timon Rogério Monteles Participa 42ª edição do Fórum Nacional de Juizados Especiais

Nove juízes maranhenses estiveram participando do Fórum Nacional de Juizados Especiais, encontro que está na 42ª edição e aconteceu na última semana em Curitiba. Nesta terça-feira (14) a comissão do evento divulgou a Carta de Curitiba, documento tradicional com enunciados elaborado ao final de cada FONAJE. A comitiva maranhense destacou a atualidade dos temas relacionados no fórum, debatidos entre os dias 8 a 10 de novembro. A edição contou com aproximadamente 500 participantes.

Os juízes maranhenses que estiveram no FONAJE foram a coordenadora dos Juizados Especiais Marcia Chaves, Mário Prazeres, Maria José França, Andrea Lago, Rogério Monteles, Isabela Parga, Júlio Praseres, Manoel Aureliano, e Paulo Ribeiro. A edição do fórum foi presidida pela juíza Maria do Carmo Honório, de São Paulo. Um dos magistrados maranhenses participantes foi Rogério Monteles, do Juizado Especial Cível e Criminal de Timon, que destacou a palestra de abertura, proferida pelo desembargador do Paraná Roberto Bacellar.

Para Monteles, “o microssistema dos juizados se traduz em uma nova justiça no País. É preciso que os operadores do direito e os usuários se conscientizem disso. Não é uma ‘mini’ vara cível, e sim um sistema com novos paradigmas no processo decisório. Notadamente a possibilidade de resolução de conflitos pela autocomposição (conciliação e mediação) e se não resolver ao juiz é possível resolver o conflito por meio da equidade”.

O FONAJE de Curitiba promoveu o lançamento do “Manual dos Juizados Especiais Cíveis e da Fazenda Pública”, publicação que tem por objetivo apresentar os principais aspectos dos JECs e Jefaz, no âmbito dos Estados, Distrito Federal, e Territórios. O evento foi organizado pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), por meio da 2ª Vice-Presidência do TJ-PR, e conta com a parceria da Escola da Magistratura do Paraná (EMAP) e da Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR).

MOÇÕES – Entre as propostas de moções aprovadas nos debates, destaque para a que sugere que os Juizados Especiais sejam incluídos e representados na política de gerenciamento de demandas repetitivas do respectivo tribunal. “Solicitar aos Tribunais que adotem as providências necessárias no sentido de implementar o disposto no art. 246, §§ 1º e 2º, combinado com o disposto no art. 1.050, ambos do Código de Processo Civil, de modo que, nos processos judiciais eletrônicos, os atos de citação e de intimação dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como das respectivas entidades da administração indireta, sejam feitas por meio eletrônico” foi outra proposta aprovada no encontro.

Diz a Carta de Curitiba: “Os magistrados dos Juizados Especiais do Brasil, reunidos no XLII Encontro do Fórum Nacional de Juizados Especiais – FONAJE, nos dias 8, 9 e 10 de novembro de 2017, em Curitiba, Capital do Paraná, sob o tema ‘A preservação dos fundamentos da Justiça Cidadã’, vêm a público para, entre outros: Reafirmar que a aplicação do Código de Processo Civil aos Juizados Especiais pressupõe expressa remissão ou compatibilidade com os critérios informadores do Sistema.

Relata o documento, ainda, sobre a ratificação da posição do FONAJE no sentido de que os prazos processuais devem ser contados em dias corridos; e que qualquer alteração deste critério depende de específica previsão legislativa; Reconhecer a legitimidade das Polícias Federal, Militar e Rodoviária para a elaboração de termos circunstanciados, mormente na forma eletrônica. A Carta de Curitiba tem oito tópicos.

O FONAJE foi criado em 1997 com a missão de promover um espaço para a troca de ideias e o intercâmbio de experiências visando o aprimoramento dos Juizados Especiais. Participam das discussões advogados, membros do Ministério Público, servidores públicos, estudantes, além de magistrados do Sistema de Juizados Especiais e Turmas Recursais.

Homem tentar matar ex-Mulher por não aceitar o fim do relacionamento

Policias Militares de Timon prenderam Edivan da conceição Dutra, de 22 anos, por tentativa de feminicidio contra sua ex-companheira, Jessica nayara.  aprisão aconteceu na noite desta quarta feira(15) no bairro cidade nova

O tenente Coronel  Schnneyder explicou que os policiais realizavam patrulhamento quando recebeu a denuncia de uma tentativa de feminicido. ao chegar no local foi verificado que edivan tinha lesionado o rosto da ex- companheira com uma garrafa de cerveja, por não aceitar o fim do relacionamento .

A vitima foi socorrida pelo serviço de urgência móvel( SAMU) e levada ao hospital, O agressor foi encaminhado para central de Flagrantes.

Timon vai sediar uma das maiores feiras de empreendedorismo do Brasil

Timon vai sediar uma das maiores feiras de empreendedorismo do Brasil. A Feira do Empreendedor, promovida pelo SEBRAE, acontecerá de 22 a 25 de novembro, no Centro de Convenções Maranhense, e promete disseminar conhecimento, informação e oportunidades para empresários e empreendedores de Timon e de todo o Maranhão.

As potencialidades econômicas da cidade foram os atrativos para que o Sebrae Maranhão escolhesse Timon para receber a feira. O objetivo é contribuir ainda mais com o crescimento do município através do evento e ainda agregar novas ideias aos empreendedores da região.

Motocicletas roubadas são encontradas em Matagal de Timon

Policiais Militares de Timon encontraram duas motocicletas, uma fan roxa 2011 e uma fan preta 2009/2017, com restrições de roubo, nesta terça feira (14) no parque Piaui.

segundo o tenente coronel Schnneyder, a equipe recebeu informações por meio do copom( central de operações da policia militar). chegando ao local, foram localizadas as Motocicletas que ficavam escondidas no matagal.

Os veículos foram encaminhados para central de flagrantes e os proprietários foram informados sobre a localização das motos. ate o momento nenhuma pessoa foi presa

Sindicato dos Comerciários de Timon avisa que usará mais de 100 homens para impedir o funcionamento do Mix Mateus

SECTIPAM avisa que usará mais de 100 homens para impedir o funcionamento de supermercados nesta quarta-feira (15), em Timon

O  presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio dos Municípios de Timon e Região Leste do Estado do Maranhão – SECTIPAM, Valdeilson da Costa e Silva, o Dedé do Povo,  disse que resolveu dar resposta a uma nota publicada pelo Grupo Mateus, na qual informando  que a decisão divulgada pelo Sindicato  da categoria de fechar os supermercados que vierem a funcionar no município de Timon neste dia 15 de novembro, não possui respaldo legal.

Nesse sentido, Dedé do Povo esclarece que “mesmo os supermercados estando enquadrado como atividade essencial, conforme Decreto expedido recentemente, podendo funcionar nos feriados, existe a Lei Federal que trata sobre o funcionamento nos feriados, a qual não foi revogada por conta do decreto. Nesse caso, os supermercados podem funcionar no feriado mediante acordo ou Convenção Coletiva assinados com o sindicato dos trabalhadores. É isso que garante a lei. Sem acordo não há autorização. E sem autorização, a abertura é um ato ilícito passivo de multas e outras penalidades”.

Além disso, conforme relatou ainda o presidente do SECTIPAM, Dedé do Povo,  o  Código de Postura do Município rege que o comércio em geral, assim como supermercados e minimercados não havendo acordo com o Sindicato da classe ou na Convenção Coletiva de Trabalho deverão ser fechados, tendo vista que não houve acordo entre os representantes das categorias de supermercados e minimercados com o sindicato laboral.

Em razão da possibilidade de descumprimento do fechamento dos supermercados e minimercados, o SECTIPAM com o apoio de representantes de sindicatos de outras categorias de trabalhadores, vão impedir a abertura desses estabelecimentos comerciais nesta quarta-feira (15). Para isso, serão convocados mais de 150 homens em regime de força tarefa visando dar cumprimento a lei.

Fonte: Ademar

Em Nota, O Grupo Mateus Diz que Sindicato dos Comerciários de Timon não possui respaldo legal

NOTA OFICIAL

Grupo Mateus vem a público informar que a decisão divulgada pelo Sindicato dos Comerciários de Timon, Parnarama, e Matões (SECTIPAM) de fechar os supermercados que vierem a funcionar no município de Timon neste dia 15 de novembro, não possui respaldo legal.

De acordo com o disposto no Decreto n° 9.127/2017, o Governo Federal incluiu os supermercados e hipermercados no rol de estabelecimentos autorizados a funcionar permanentemente aos domingos e feriados civis e religiosos, por desempenharem atividade essencial para a economia.

Portanto, visando à comodidade dos nossos clientes e em perfeita consonância com o disposto em lei, o Grupo Mateus informa que sua rede de supermercados terá funcionamento normal em todas as cidades onde está presente durante o feriado de Proclamação da República (15 de novembro), inclusive no município de Timon.

O Grupo Mateus reitera ainda seu total apoio e respeito às entidades de defesa dos direitos trabalhistas e reafirma seu compromisso em prestar um serviço de qualidade à população maranhense, sempre dentro dos limites das leis brasileiras.

Reportagem Denuncia as Condições que são realizado Exame Prático de Direção Veicular em Timon

Os alunos de auto escolas de Timon estão incomodados com as condições para realização do exame prático na cidade. Entre as reclamações está que o município não tem um local específico para as provas, que acabam sendo feitas em ruas, com sinalização precária.

Além disso, a espera para fazer a prova é outra queixa constante dos alunos. Afinal, eles ficam aguardando no local desde às 7h para serem chamados. Porém, chegar adiantado não significa esperar menos. As provas duram a manhã inteira e terminam por volta das 12h.

Como foi o caso do estudante Ênio Queiroz, que fez pela segunda vez a prova prática para tirar a habilitação. Ele contou que, já na primeira vez, chegou às 7h no local e só saiu depois das 11h. Para outros candidatos, o problema é ainda pior, porque são cinco horas de espera, sem ter ao menos um lugar para sentar.

“A gente não tem infraestrutura nenhuma aqui. Temos que ficar sentados na calçada aguardando a chamada e, ainda, não tem banheiro no local para usarmos, a ausência de um espaço coberto para os dias de chuva ou de sol muito forte “, desabafou o, Eduardo Guilherme, que fez o exame prático.


De acordo com o instrutor que não quis se identificar, a rua esburacada atrapalha os candidatos à habilitação para carros e é um dos motivos para que eles reprovem. “O exame já deixa a pessoa nervosa. Ainda mais com essa deficiência, é um motivo a mais para que a pessoa reprove. O buraco atrapalha”, afirma.
Agora é só aguarda essa tal de nova gestão que entrou na 10ª Ciretran de Timon
pra ver se vai resolver esse problema antigo, entra gestão e sai gestão e ninguém
resolve.

Flávio Dino cita prefeito Luciano Leitoa Para vice-governador do Maranhão em 2018

Governador do Maranhão, Flávio Dino (Foto: Édrian Santos/ OitoMeia)

Em visita ao Piauí para receber o título de cidadão piauiense pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) comentou sobre o plano para reeleição ao governo daquele estado. Na ocasião, citou o prefeito de Timon Luciano Leitoa (PSB) como um “bom nome” para compor a chapa comunista como vice-governador, a partir de 2019.

“O Luciano Leitoa é um político experiente, com uma história de sucessos eleitorais, de um grupo político forte e preside um partido grande de uma cidade importante. O prefeito Luciano é um bom nome para tudo”, diz Dino sobre a possibilidade de o prefeito de Timon concorrer a vice-governador.

O prefeito Luciano Leitoa (PSB). Agradecido, o chefe municipal da segunda cidade mais importante da Região Integrada de Desenvolvimento (Ride) de Teresina e quinta maior do Maranhão reafirma exercer o cargo em Timon até o fim do mandato, excluindo a possibilidade de concorrer às próximas eleições com Flávio Dino.

“O governador Flávio Dino tem feito um bom trabalho. Eu sou presidente do PSB no estado do Maranhão e a gente está para ajudar o governador naquilo que for necessário para a sua recondução ao Palácio dos Leões, mas reafirmo o meu compromisso com a cidade de Timon, onde eu fui eleito prefeito , que nós ficaremos até o final do mandato”, confirma Leitoa.

As declarações dos representantes do executivo maranhense timonense foram dadas durante um café da manhã promovido pelo PCdoB do Piauí, na sede do partido, na manhã desta segunda-feira (13/11), em recepção ao governador Flávio Dino.

FONTE- oitomeia

Bacabal vence Timon e larga na frente na disputa pelo acesso à Serie A

O Bacabal largou na frente na primeira partida da decisão da segunda divisão do Campeonato Maranhense 2017. Jogando no Estádio Correão, o Leão do Mearim derrotou o Timon pelo placar de 3×1.

Os gols do Bacabal foram marcados por Elton, aos 19 minutos do primeiro tempo e aos 9 minutos do segundo tempo, e Cris, aos 43 minutos do segundo tempo. Wanderson marcou para o Timon, aos 31 minutos do primeiro tempo.

A partida de volta entre as duas equipes acontece na próxima quarta-feira (15), no Estádio Miguel Lima, na cidade de Timon.

O campeão Maranhense da segunda divisão de 2017 garante vaga na divisão de elite, em 2018.