BRs 135 e 010 estão entre as de maior risco no Maranhão

As BRs 135 – principal rodovia que corta o estado – e 010 são as que apresentam maior risco de acidentes no estado. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que tem como referência o traçado e as dimensões das pistas, os índices pluviométricos, além das condições de pavimentação das vias e a presença ou não de animais às margens. Além das rodovias, a BR-316 também apresenta elevado risco de acidentes.

Na BR-135, o trecho considerado mais propício para acidentes é entre os kms 0 e 10. De acordo com a PRF, por se tratar de uma distância em que o fluxo de veículos é intenso e constante, a rodovia ainda é uma das que mais apresentam riscos de colisões.

“Em sua maioria, são veículos de grande porte, responsáveis pelo escoamento de produções para fora do estado, ou ingresso na capital maranhense. Além disso, a 135 é ainda a única saída da cidade, o que contribui ainda mais para este grande fluxo de passageiros”, disse o responsável pelo Núcleo de Comunicação da PRF, Antônio Noberto.

Segundo ele, a instalação dos radares em pontos estratégicos da BR-135 reduziu a ocorrência de acidentes. Mesmo com a queda, a estrada ainda exige atenção redobrada dos motoristas. “Especialmente no campo de Peris, há uma grande preocupação da Polícia com a combinação de pista molhada e imprudência. É preciso que o condutor esteja atento para fazer uma viagem segura”, explicou Noberto.

Outro trecho
Além de parte da BR-135, outro trecho considerado de elevada possibilidade de acidentes é o trecho da BR-010, nas proximidades de Imperatriz (MA). Em relatório divulgado no fim do ano passado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) – entidade máxima de representação do setor no país – o trecho da BR-010 que corta o estado foi avaliado apenas como regular. A rodovia foi mal avaliada no quesito sinalização.

Outra rodovia cujo alerta máximo é recomendado pela PRF é a BR-316 (nas proximidades de Santa Inês). Na avaliação da CNT, a BR recebeu a qualificação de regular, com sinalização sendo um destaque positivo. Apesar dos atributos, a PRF alerta que, em trechos com boa sinalização e pavimentação, os motoristas ficam mais suscetíveis a desobedecer aos limites de velocidade, contribuindo para acidentes.

Animais na pista
Um dos fatores que mais causam acidentes na malha rodoviária do estado é a presença de animais na pista. O Estado flagrou um jumento no km 13 da BR-135, no sentido capital-interior. O animal estava sozinho e sem a presença do dono.

Por pouco, um veículo não colidiu com o jumento. No acostamento da BR-135, entre os kms 0 e 10, é possível verificar a presença de dezenas de animais amarrados em postes ou em arbustos e a poucos metros da pista.

Mais perigosas com animais
Entre as rodovias que mais registram acidentes causados pela invasão de animais na pista – especialmente bois e jumentos – estão a BR-135 (nos trechos entre Peritoró e Presidente Dutra e entre o campo de Peris e Miranda do Norte) e a BR-316 (entre os municípios de Bom Jardim e Alto Alegre do Maranhão).

No dia 1º de fevereiro, por volta das 1h20, um micro-ônibus que seguia a linha São Luís/Fortuna, via Peritoró, colidiu com um animal que passava pela via. Além deste animal atropelado, outros seis foram apreendidos, na ocasião – pela PRF – que estavam às margens da BR-135, no km 7 (em São Luís) e no km 43 (em Peris de Baixo).

Redução de acidentes em um ano
Apesar do alerta quanto às rodovias com alto risco de acidentes, a PRF informou – em balanço divulgado no fim do mês passado – que a quantidade de colisões e, em consequência, de óbitos em rodovias no estado apresentou queda de aproximadamente 26%. Enquanto que, em 2015, foram registrados 1.978 acidentes, no ano passado, esse total foi de 1.464.

Números
26%
 foi a redução de acidentes e óbitos nas BRs do Maranhão, entre 2015 e 2016
3 é o número de rodovias federais apontadas como as de maior risco de acidentes no estado

Fonte: PRF

Maranhão entre os piores do país em tratamento de esgoto

Segundo dados divulgados pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) e publicados pelo portal de notícias G1, o Maranhão é um dos estados menos assistidos do país em coleta de esgoto e fornecimento de água. Os números, divulgados em janeiro deste ano, são referentes a 2015 e mostram que apenas 50,3% dos brasileiros têm acesso a esse tipo de serviço em relação a esgoto.

Segundo o levantamento do SNIS, no tratamento de esgoto, o Maranhão só fica à frente de estados como Pará, Acre, Rondônia e Amapá, com siderado o pior em assistência no serviço. O Maranhão tem cobertura de apenas 56,2 de cobertura, enquanto o Amapá tem 34,0. Na região Norte do país, apenas 49% da população é atendida por abastecimento de água, e apenas 7,4%, por esgoto. Quando o assunto é água, o Maranhão sobre uma posição e fica à frente do Piauí. O Maranhão tem 12,1% de cobertura neste serviço, enquanto o Amapá é o pior, com irrisórios 3,8%.

Já o melhor estado é São Paulo, com 95,6% de cobertura em água e 88,4% em esgoto. O Distrito Federal também tem taxas altas: 99% e 84,5%. Os dados do SNIS utilizados pelo G1 são: “Índice de atendimento total de água” e “Índice de atendimento total de esgoto referido aos municípios atendidos com água”. Os indicadores são os mesmos utilizados pelo Instituto Trata Brasil e são os recomendados pelo Ministério da Cidades para fazer as análises.

CICLISTA TIMONENSE GANHA NOVA COMPETIÇÃO.

O jovem ciclista timonense Francisco Manuel Vitor dos Santos Silva inicia as atividades de 2017 trazendo ouro para a cidade de Timon.

 

Atleta determinado Manuel Vitor Silva, filho do radialista Eliézio Silva conquistou o lugar mais alto no pódio no último fim de semana (11 e 12 de fevereiro) na 1º Etapa do Campeonato Maranhense de Ciclismo que aconteceu na cidade de São Luís.

 

Essa foi mais uma no meio de tantas outras competições que o jovem atleta participa sem apoio nenhum. “Não tem sido fácil pela falta de apoio, mas isso não torna motivo para abandonar um esporte que amo. A falta de apoio me faz sentir ainda mais motivado, pois agora é questão de honra ir para outros estados e trazer mais títulos e ser orgulho da minha cidade”, disse Vitor Silva que é filho do Radialista Eliézio Silva.

Após AVC, jornalista Jean Teles não resiste e morre aos 44 anos

Morreu na noite deste domingo (12), aos 44 anos, o jornalista Jean Teles, ex-repórter da TV Mirante, afiliada da Globo no Maranhão, e que atualmente fazia parte da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caxias.

No início da noite da última segunda-feira (6), Jean foi encontrado desacordado, com cortes na nuca e caído fora do veículo em uma estrada vicinal próxima a PRF de Caxias. Uma equipe do Samu foi acionada por moradores da região.

No local foram achados os documentos e o celular dele. Não havia sinais de roubo evidentes segundo a polícia.

Socorrido e encaminhado a UPA de Caxias, passou por uma tomografia que apontou a existência de hemorragia cerebral.

Jean foi transferido ainda no início da noite para o Hospital Regional de Presidente Dutra. Ele não reagia a nenhum estimulo, permanecia inconsciente e seu estado de saúde foi considerado extremamente grave.

Na terça-feira (7), o jornalista foi transferido para a Unimed, em Teresina, para fazer uma ressonância. Ainda na capital piauiense, ele foi encaminhado a Unidade de Terapia Intensiva do hospital São Marcos para cirurgia. O mesmo estava internado na unidade hospitalar desde então.

Em nota emitida na manhã desta segunda-feira (13), o coordenador da Ascom/ Prefeitura de Caxias, Augusto Neto, comunicou a morte. Veja abaixo.

Com muito pesar viemos informar que ontem por volta das 21h. foi oficialmente informado pelos médicos do hospital São Marcos de Teresina, a morte do jornalista Jean Teles.

A causa morte foi Hemorragia meningea.

A família agradece a todas as manifestações de apoio e orações nessa uma semana em que Jean Teles lutou pela vida.

Os familiares decidiram doar os órgãos e por conta disso o corpo só será liberado após 24h. Nas próximas horas a família estará informando o local do velório.

Jean Teles deixa esposa e filho de 5 meses.

Juízes da Região dos Cocais participam de curso de Segurança Institucional

Turma de magistrados no primeiro dia do curso de Segurança Institucional, no 25º BC, em Teresina. Foto: 25º BC

Começou nesta segunda-feira (06), em Teresina , o curso “Segurança Institucional para Magistrados”, promovido pela Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM), em parceria com a Comissão de Segurança Institucional do Poder Judiciário. Vinte e cinco juízes que atuam nas comarcas do polo judicial de Caxias e de comarcas diversas do Estado participam do treinamento que vai até a próxima sexta-feira (10).

O treinamento – que ocorre no 25º Batalhão Alferes Leonardo de Carvalho Castelo Branco e no Batalhão de Operações Especiais de Teresina – tem 40 horas-aula e como objetivo capacitar os magistrados na adoção de técnicas e estratégias de autodefesa, que possam auxiliá-los na proteção de sua integridade, através da priorização de condutas de segurança preventiva nas diversas situações do trabalho.

A iniciativa segue a política de segurança do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), que vem adotando várias estratégias para assegurar a integridade de servidores, magistrados e usuários frente ao cenário de violência, como o controle de acesso de entrada, saída e circulação nos prédios judiciais e a implantação da Diretoria de Segurança e da Comissão de Segurança Institucional.

“O Tribunal vem buscando alternativas para minimizar a insegurança e proteger os magistrados em situações de risco, visando garantir, além da integridade física e emocional, a própria independência e isenção nas decisões judiciais, imprescindíveis ao Estado Democrático de Direito”, avalia o presidente da Comissão de Segurança, desembargador Raimundo Barros.

CONTEÚDO – A aula inaugural será ministrada pelo professor Maurício Viegas Pinto, servidor do TJDFT, que tratará do tema “Inteligência no Poder Judiciário”. Ele é especialista em Inteligência Estratégica pela Universidade Gama Filho, e em Servicios de Inteligencia Y Seguridad pela Universidade de Alicante (Espanha), e Máster em Operações de Inteligência.

A capacitação tratará ainda sobre Defesa Pessoal (Jodson Diniz e Washington Luís Lima); Conduta de Autoridade Protegida (Marcelo Canizares Seabra); Direção Defensiva e Evasiva (Bruno Pimentel de Oliveira); Tiro Defensivo (Lindberg Rodriges Melo e Leonardo Mendes de Oliveira); Segurança de Magistrados (Hipólito Alves Cardoso).

Vereadora se recusa ler a Bíblia e gera polêmica na Câmara

Na primeira sessão ordinária do ano, na Câmara Municipal de Araraquara (SP), a vereadora Thainara Faria (PT) causou polêmica ao justificar aos demais vereadores o porquê não participará do “rodízio” para ler um trecho da Bíblia, como determina o regimento interno da casa na abertura dos trabalhos parlamentares.

“E se ao invés de chamarmos o vereador para ler um trecho da Bíblia, a gente chamasse um vereador para vir aqui e encarnar um caboclo e falar a palavra de outras religiões?”, questionou.

Segundo o regimento interno da Câmara, a leitura da Bíblia deve ser feita pelos parlamentares em todas as sessões, obedecendo à sequência da ordem alfabética.

Caso algum não queira participar do rodízio, deve solicitar a retirada de seu nome da lista elaborada para este fim.

Estado Laico
Estudante de direito, aos 22 anos Thainara  é a mulher mais jovem e a primeira negra a ocupar uma cadeira na Câmara de Araraquara.

Em seu primeiro discurso, ela afirmou que o Brasil é um Estado Laico e, por isso, as entidades governamentais têm de ser neutras em relação às religiões.

“Sou católica praticante, mas não posso doutrinar minha religião aos outros, isso é um erro. Meus princípios e o princípio religioso que sigo tem que ser para ‘Thainara Faria’ pessoa. A vereadora tem que representar o povo. Eu não posso colocar meus interesses particulares e pessoais de religião no ambiente político, isso é um erro”, justificou.

Thainara ainda sugeriu aos outros 17 vereadores a ampliação do leque espiritual, contemplando a leitura de outros livros sagrados, como o evangelho kardecista, o alcorão e até mesmo textos sobre o ateísmo.

“É uma infelicidade que o povo não tenha conhecimento e domínio da lei, mas o legislador, o vereador, o parlamentar, era pra ter o conhecimento da lei e não fazer nada que ferisse a constituição. A gente espera que o parlamentar conheça a constituição, conheça os princípios do nosso país, mas eles não conhecem”, criticou a vereadora.

Câmara
O artigo 148 que define a leitura da Bíblia nas sessões foi instituído em 21 de julho de 2006, no regimento interno da casa.

O presidente da Câmara Jeferson Yashuda (PSDB) afirmou que o documento garante a livre opinião do vereador, além de garantir o direito do mesmo se recusar a ler o trecho do livro sagrado.

“Foi passada uma lista para todos os vereadores e eles assinalaram que desejariam, por ordem alfabética, ler um trecho da Bíblia. A vereadora Thainara fez a opção contraria, mas isso é uma coisa interna. Na verdade, muitas vezes ninguém perceberia que ela não estaria fazendo, porém ela quis manifestar sua opinião e nós respeitamos a opinião dela”, disse.

Segundo o Yashuda, que está no segundo mandato, esta é a primeira vez que alguém se posiciona contra a leitura nos últimos oito anos. “A posição da vereadora é legítima, previsto no regimento. Agora a manifestação dela que causou surpresa, causou essa repercussão toda”.

Vínculos com igrejas
O cientista político Gabriel Antonio afirmou que, embora o Estado seja religiosamente neutro, é possível estabelecer vínculos com igrejas desde que visem, na forma da lei, ao interesse público.

“É importante esclarecer que a oferta de serviços religiosos, como a realização de cultos, missas e orações, deve ser uma iniciativa de foro privado, restando ao Poder Público apenas a obrigação de garantir a liberdade de consciência e de crença, o livre exercício dos cultos religiosos e a proteção aos locais de cultos e suas liturgias, conforme apresenta o Inciso VI do Artigo 5º da Constituição”.

Ainda segundo o cientista, a imposição da leitura bíblica pode ofender o caráter laico do país. “Com base em uma interpretação estritamente constitucional do princípio da laicidade do Estado, é possível dizer que a leitura de trechos da bíblia em sessões camarárias, definida mediante imposição regimental, ofende o caráter laico do Estado brasileiro”.

Prefeitura de São José de Ribamar dá início ao ano letivo de 2017

A Prefeitura de São José de Ribamar por meio da Secretaria de Educação deu início nesta segunda-feira (06), ao ano letivo 2017 para mais de 23 mil alunos, que estudam em 103 unidades de ensino da rede de ensino. Do quantitativo geral de escolas, seis creches e duas unidades do Liceu Ribamarense funcionam em tempo integral.

Na ocasião, a secretária municipal de educação, Carla Veras, deu as boas vindas e ressaltou o planejamento emergencial feito para garantir o início das aulas. Ela destacou como metas, a oferta digna da merenda escolar, capacitação para os professores, aumento nos resultados do 5º e 9º ano no IDEB, alfabetização de 92% dos alunos dos primeiros anos e organização das creches com a metodologia montessoriano como forma de estimular potencialidades sensório-motoras dos alunos.

“É determinação do prefeito Luis Fernando que nossas crianças e professores tenham acesso digno ao retorno das atividades escolares. Para isso montamos uma força tarefa que garantisse estrutura física adequada, capacitação aos professores e principalmente uma merenda escolar que atendesse aos padrões nutricionais indicados a cada uma das etapas do ensino oferecido na rede municipal”, detalhou.

Para 2017, também está prevista a retomada das obras da terceira escola em tempo integral, o Liceu Ribamarense III. Apesar do terreno e recursos deixados ainda na gestão do prefeito Luis Fernando, a obra iniciada foi abandonada, dificultando o acesso de novos alunos a rede municipal de ensino.

Merenda Escolar

Diariamente são oferecidas três refeições para os alunos das escolas e creches em tempo integral totalizando mais de 5 mil refeições por dia. Já para os alunos regulares são ofertados mais de 41 mil refeições diárias. No cardápio preparado com acompanhamento de nutricionistas, dieta balanceada contendo soja, proteínas, legumes, verduras além de frutas e sucos que totalizam mais de 90 mil toneladas em alimentos.

Calendário

Para o ano de 2017, o calendário escolar assegura o cumprimento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), que determina 200 dias letivos e 800 horas de efetivo trabalho escolar. Até o dia 22 de dezembro, as atividades pedagógicas serão desenvolvidas nas 106 escolas dos 06 polos de ensino. Além dos 30 dias de férias no mês de julho, conforme estabelece a legislação, os profissionais da rede municipal de Educação participam de planejamentos mensais ao longo do ano e têm garantidos 15 dias de recesso ao final do ano.

Perfil de prefeito chama moradora de ‘problemática’

Uma vendedora que há três meses tenta matricular o filho em uma creche em Barretos (SP) diz que foi ofendida em uma mensagem supostamente escrita pelo prefeito Guilherme Ávila (PSDB) no Facebook. No texto, que parece ter sido encaminhado por engano, a moradora é chamada de “problemática”.

 

Karine Nishisaki, de 20 anos, contou que a polêmica teve início nesta segunda-feira (6), após fazer um comentário em uma postagem na página do prefeito na rede social, sobre investimentos na educação. Ávila dizia que a rede municipal atende 100% da demanda do ensino infantil.

A mulher afirmou, porém, que desde dezembro tenta matricular o filho de 1 ano em uma das creches da cidade, mas sempre recebe como resposta que não há vagas disponíveis. Ela cobrou do prefeito uma solução para o impasse.

“Eu não tenho condições de pagar aluguel, água, luz, comprar o leite especial para o meu filho, porque ele é alérgico, e ainda pagar uma pessoa para cuidar dele. Eu pago meus impostos, é direito do meu filho a ter uma vaga na creche”, disse a jovem.

Após o comentário, Karine recebeu uma mensagem pedindo os dados pessoais dela e do filho. A jovem enviou as informações por inbox e recebeu como resposta o seguinte texto: “Moça problemática. Acho melhor responder in box e pedir pra alguém da educação ligar pra ela. Se der corda, ela vai torrar na linha do tempo.”

A vendedora disse ter ficado surpresa com a resposta. “Acho que foi muito deselegante porque mostra o jeito que o prefeito e a equipe dele tratam os moradores de Barretos. Ficou claro que ele estava falando mal de mim para outra pessoa e, sem querer, acabou mandando a mensagem para mim.”

Assessora promete vaga
Irritada com a situação, Karine publicou o conteúdo da conversa em um grupo formado por moradores de Barretos no Facebook. A postagem viralizou e recebeu 198 comentários até a tarde de terça-feira (7), a maioria deles criticando a atitude do prefeito.

“Duas horas depois, me ligou um homem – não sei se é assessor do prefeito – dizendo que foi ele quem enviou a mensagem. Ele disse que o prefeito estava viajando e pediu para eu apagar a publicação no Facebook porque ele corria o risco de perder o emprego”, afirmou.

Diante da negativa, a vendedora disse que uma assessora do prefeito de Barretos ligou para ela em seguida. Karine disse que a funcionária prometeu uma vaga para o filho em uma creche, com a condição de que a publicação na rede social fosse apagada.

“Ela perguntou se eu apagaria a postagem, caso ela resolvesse o problema. Ela prometeu arrumar uma vaga para o meu filho e, em 15 minutos ligou de novo, dizendo que já havia arrumado a matrícula. Eu disse que queria a vaga, mas não apagaria o post”, afirmou.

Karine levou a documentação do filho na escola municipal nesta terça-feira. Ela disse que ficou espantada com a rapidez com que o problema foi resolvido, após a polêmica na internet, mas se sente decepcionada com a forma como foi tratada pela administração.

“Eu me senti ofendida, fiquei muito triste. Eu só fiz uma pergunta e ele [o prefeito] se ofereceu em me ajudar, pedindo os meus dados. O que eles fizeram é muito feio. O que aconteceu comigo, poderia ter acontecido com outra pessoa, é muita falta de respeito”, desabafou.

Mensagem por engano
Em nota, a assessoria da Prefeitura de Barretos afirmou que a postagem foi feita fora do contexto por um assessor que tinha a função de auxiliar na leitura e no encaminhamento das solicitações enviadas como mensagens privadas ao prefeito. O funcionário cometeu um engano na hora de alternar o login da página em questão com o perfil pessoal dele, onde o texto deveria ter sido postado. Se referia a uma questão pessoal, como resposta privada à pergunta de um amigo, mas o assessor fez questão de ligar para a moradora e se desculpar publicamente.

A assessoria ressaltou que a página é utilizada pela equipe de comunicação e que o responsável foi advertido e afastado da função.

O suposto autor da mensagem destinada à Karine chegou a publicar uma mensagem em um grupo no Facebook assumindo o erro e pedindo desculpas à moradora e ao prefeito, destacando que Ávila teve “a imagem prejudicada por alguém que deveria cuidar dela.”

Sobre a vaga concedida ao filho de Karine, a prefeitura afirmou que a criança foi matriculada em uma instituição que não é a solicitada pela vendedora inicialmente. O nome do menino segue na lista de espera da escola escolhida pela mãe.

Com Flávio Dino o Maranhão ficou mais pobre, diz Adriano

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) destacou a recente reportagem do jornal O Globo, na sessão de abertura dos trabalhos deste ano, nesta segunda-feira (6), revelando que os números da economia do Estado pioraram no governo Flávio Dino (PCdoB). A queda do Produto Interno Bruto (PIB) chegou a faixa de -6,9% em 2016, disse o deputado, salientando que em 2015 o PIB havia sofrido uma queda expressiva de -3,3%, ou seja, nos dois anos do governo comunista a economia encolheu incríveis 10,2%.

Há alguns anos, a economia do Maranhão crescia a taxa média de 6% ao ano, maior do que a média nacional, que registrava a taxa de 2,7%. Quadro diferente do governo Dino, que em dois anos, apresentou quedas consecutivas. Como agravante, a economia do Maranhão vem encolhendo, em média, mais do que os outros estados brasileiros.

“Antes do governo comunista, o Maranhão crescia acima da média dos estados, hoje cai mais do que a média nacional. Então, não basta dizer que essa é uma crise nacional, mas é preciso reconhecer que a crise é mais acentuada no Maranhão. Por quê? Porque o governador aumenta imposto, reduz investimentos em infraestrutura, investimentos importantes, o que significa menos dinheiro circulando em nossa economia”, declarou o deputado.

 

Comandante do 11º BPM de Timon Fala Sobre o Caso do PM

A conduta de um policial militar do Maranhão em uma prévia carnavalesca foi um dos assuntos mais comentados neste fim de semana. A ação foi registrada por meio de um vídeo que rapidamente se espalhou nas redes sociais. O comandante do 11º BPM, de Timon-, coronel Jairo Xavier, considerou o caso como grave e disse que todas as medidas cabíveis já foram administradas.

Nas imagens é possível observar o militar- identificado como José Hilton- sacando um revólver em meio a multidão durante uma briga no meio da festa. Para justificar a entrada no baile armado, o PM teria dito que estava em operação, o que foi desmentido pela corporação. Ele é estudante universitário em Teresina e ingressou na PM em 2014, por isso ainda está em estado probatório.

“Em nenhum momento a Polícia Militar vai se furtar de dar os devidos esclarecimentos. O policial teve esse desvio de conduta e vai responder tanto na Justiça comum como no âmbito administrativo. Ele não estava representando a corporação e agiu de má fé, mas foi um caso isolado. Como ele poderia estar em operação trajando bermuda e ingerindo bebida alcoólica?”, questiona o coronel Jairo Xavier.

O comandante acrescenta que foi aberta sindicância demissionária. José Hilton está passível a sanções que vão desde advertência a demissão sumária.


José Hilton é lotado na Companhia de Policiamento Rural, na cidade de Colinas-MA, bem como na prevenção de assaltos a instituições bancárias. Após o caso, ele foi encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina, mas não foi autuado em flagrante. O comandante do 11º BPM informou que o policial militar envolvido na confusão deve se apresentar ainda nesta segunda-feira (06).